Welink Agencies Welink Agencies
A importância de adotar uma estratégia de assessoria de imprensa

A importância de adotar uma estratégia de assessoria de imprensa

Welink Agencies

Welink Agencies

Um profissional da assessoria necessita de ter uma boa relação com os jornalistas de várias áreas, bem como ter a capacidade de tornar assuntos relacionados com a marca que representa em notícias válidas. 

 

A assessoria de imprensa tem, atualmente, uma força muito grande nas estratégias de comunicação das marcas, por isso, se ainda não considerou o investimento nesta área e quer que a visibilidade de o seu negócio cresça, deve começar a fazê-lo! Poderá encontrar várias agências especializadas em comunicação e assessoria na Welink Agencies. Este pode ser um trabalho onde pode colher mais vantagens ao delegá-lo a uma agência. Normalmente já existem relações de longa data entre estas entidades e os jornalistas, o que o pode favorecer em relação aos resultados que vai obter desta comunicação. Muitas vezes o investimento é muito valorizado pelos meios, o que faz com os parceiros que investem em publicidade acabem por conseguir mais espaço orgânico na imprensa. O segredo para contornar este facto poderá ser apostar numa equipa de assessoria consolidada no mercado. 

 

A realidade é que ter uma imagem dotada de notoriedade, associada a meios fidedignos e credíveis fará com que também a sua imagem adquira estas características junto dos seus clientes, o que torna a assessoria num ótimo caminho para construir confiança, respeito e credibilidade junto dos públicos. Considerando isto já consegue entender a importância de adotar uma boa estratégia de assessoria de imprensa para a sua empresa. 

Compreenda o que realmente significa a assessoria de imprensa para uma marca

Se tem uma marca e nunca investiu em assessoria de imprensa, pode estar a perder grandes oportunidades de visibilidade e notoriedade e também possíveis oportunidades de negócio. As funções de assessor de imprensa podem ser desempenhadas por profissionais de comunicação, que trabalhem num departamento interno da empresa, ou por profissionais que trabalhem numa agência de comunicação.

 

A primeira opção é normalmente utilizada por grandes marcas, com um departamento de comunicação e marketing robusto, e quando elas próprias já constituem um interesse para os diferentes meios de comunicação. Na segunda opção, as agências de comunicação, já estão habituadas e lidar com diferentes realidades de negócio e têm, habitualmente, uma relação consolidada com vários jornalistas, editores e produtores de meios de comunicação. Se a sua marca estiver em crescimento, talvez esta segunda opção seja o mais adequado para si, uma vez que terá uma equipa especializada a trabalhar com o mesmo objetivo e que, no decorrer da experiência no mercado, lhe trará resultados positivos quase certos. 

 

Através de mecanismos comunicacionais e de bons relacionamentos, o assessor cria estratégias para tornar seu cliente, produto ou serviço a ele associado, em algo atraente para partilha dos meios, sejam eles imprensa, rádio ou televisão. Assim, de forma espontânea e sem custos, o assessor consegue destaque para a marca que representa, tornado a divulgação e a visibilidade numa consequência quase natural do trabalho desenvolvido. Trabalho esse que envolve a produção de um conteúdo interessante, distribuição desse conteúdos e relação com o recetor da mensagem. 

 

Ao tornarem-se numa verdadeira ponte entre as marcas e os meios, os assessores de imprensa têm de estar completamente inteirados da identidade, valores e objetivos do cliente que representam, caso contrário pode dar-se uma falha de comunicação com impacto negativo para ambas as partes. Para o cliente porque não terá uma comunicação credível, e para o assessor porque não desempenhará a sua função da forma correta. Assim, caso contrate um profissional de comunicação para trabalhar diretamente na sua empresa, ou contrate os serviços de uma agência especializada, deve preocupar-se em transmitir-lhe os seguintes pontos de forma clara:

  • Valores que sustentam a marca;
  • História e percurso;
  • Pontos fortes e pontos fracos reais;
  • Oportunidades de melhoria identificadas;
  • Concorrentes e possíveis concorrentes;
  • Objetivos a curto, médio e longo prazo.

Depois destas informações assimiladas, será trabalho do assessor um estudo intensivo do mercado do cliente, para que consiga entender os trâmites que fazem mover o negócio e para que consiga identificar as temáticas relevantes para os diferentes públicos. Na verdade, para que o trabalho de assessoria de imprensa tenha sucesso, muitas vezes é mais importante saber exatamente a quem comunicar, do que aquilo que propriamente está a ser comunicado.

O que faz um assessor de imprensa?

A importância de adotar uma estratégia de assessoria de imprensa

 

Como já referimos acima, o assessor será aquele que levará toda a informação relevante sobre uma organização até aos meios especialmente estratégicos para o mesmo. Assim sendo, deve ser visto como parte integrante da equipa que desenha as estratégias de comunicação das marcas. Tendo assim como base para o trabalho que desenvolve diversos critérios que fazem, ou não, de um assunto notícia, o seguimento do planeamento delineado pela equipa e o acompanhamento da evolução dos diferentes meios. 

 

O bom trabalho de um assessor estará sempre dependente das suas relações e do envolvimento que tem no meio em que se insere. Ao construir relações sólidas com os meios de comunicação, o assessor terá mais facilidade em ver os seus press releases, ou comunicados de imprensa, publicados. 

 

Por falar em press releases, estes constituem a principal forma de trabalho do assessor, é através deles que é passada toda a informação aos jornalistas e editores. A forma como a informação é passada é outro ponto muito importante no dia a dia de um assessor de imprensa. Os conteúdos devem ter interessantes de acordo com o tipo de meio a quem se destinam, sendo objetivos concisos e claro, credíveis. 

Para que compreenda a importância do trabalho da assessoria de imprensa, deixamos-lhe algumas das principais funções de um assessor:

  • Fomentar uma imagem credível e de respeito, através de relações fortes com os meios de comunicação, de forma que as informações sejam disseminadas naturalmente; 
  • Fazer planeamento de conteúdos a passar aos meios, estabelecendo uma relação direta com todas as outras estratégias de comunicação da marca;
  • Recolher todos os resultados do trabalho efetuado através da partilha de clippings recorrentes;
  • Fazer compreender ao cliente qual a imagem que deve adotar perante os diferentes meios, para que este estabeleça uma mensagem forte e positiva;
  • Desenvolver materiais de assessoria de imprensa, como press releases e press-kits, que espelham a identidade do cliente e lhe trazem visibilidade junto dos diferentes públicos;
  • Procurar oportunidades de entrevistas ou outros tipos de ações de relações públicas;
  • Fazer o acompanhamento dessas mesmas ações ou entrevistas;
  • Criar diferentes oportunidades de follow-up com jornalistas, de forma recorrente;
  • Clarificar que nem todos os conteúdos que o cliente considera interessantes são efetivamente interessantes para os meios de comunicação;

Tem uma Agência Digital?

Registe a sua agência na Welink Agencies