Welink Agencies Welink Agencies
Dicas de Design para Criação de Logótipo

Dicas de Design para Criação de Logótipo

A criação de um logótipo é uma das valências mais complexas de uma equipa de design e comunicação, uma vez que exige não só o domínio de vários conceitos teóricos, mas também uma alta capacidade de pensamento estratégico e conhecimento de mercado no que toca à definição de uma identidade visual. 

 

Para que funcione como esperado, o logótipo deve ser desenvolvido com base na identidade da marca, mas também numa pesquisa prévia do mercado, considerando concorrentes e casos de sucesso do mesmo ramo da empresa em questão. 

 

Para que o sucesso do novo design seja ainda mais certo poderá também estudar a persona da sua empresa, entender como funciona, o que a motiva, o que pensa, do que gosta e todos os seus interesses principais. Ao desenvolver um logótipo considerando todos estes fatores, com certeza conseguirá atingir a visibilidade e reconhecimento que procura para a sua marca. 

 

Pode garantir que todos os processos são respeitados ao procurar uma agência especializada em design e comunicação. Para isto, sugerimos que recorra à Welink Agencies, onde pode pesquisar o serviço que procura e a cidade na qual quer encontrar a agência. Considere sempre que, um bom logótipo deve:

  • Transparecer a identidade da marca;
  • Ter um design atraente;
  • Funcionar em diferente formatos, tamanhos e fundos;
  • Ser fácil de memorizar;
  • Ter um envolvimento atemporal;

O processo de criação de um elemento de identidade visual como logótipo é um trabalho que exige muito, principalmente da parte do designer. Na maioria das vezes não é um serviço que se concentre numa única opção, mas sim em várias, que são apresentadas pela equipa. 

 

Agora que compreendeu a complexidade e importância da criação de um logótipo deixamos-lhe aquelas que consideramos ser as cinco dicas essenciais no desenvolvimento de um novo logótipo para uma empresa. 

Conheça as tendências na criação de logótipos

Quando terminada a pesquisa de mercado e o estudo dos diferentes públicos, chega a altura de conhecer as principais tendências do mundo do design e da identidade visual. Como este é um mundo que está constantemente a evoluir e a gerar novas tendências, é necessário que os profissionais da área estejam em constante atualização das novidades. 

 

A ideia é conseguir ter uma perceção abrangente das suas opções e conseguir adaptar o seu logótipo de acordo com as tendências que mais têm a ver com a identidade da sua empresa. Não existe apenas uma tendência a seguir, elas coexistem para que cada empresa se consiga adaptar e criar elementos de identidade visual apelativos, sem perder a essência da marca. 

Tenha a credibilidade sempre em mente aquando da criação do seu logótipo

Já imaginou ter uma marca de roupa, que se posiciona no segmento luxo, e ter um logótipo cheio de cores e floreados? Ou, pelo contrário, já imaginou ter uma empresa de brinquedos para criança e o logótipo ser cinzento e com elementos básicos e sem vida? Pois bem, a sua identidade visual vai ditar a perceção que as pessoas vão ter da sua marca, por isso tudo isto tem de estar em concordância, mantendo a credibilidade. 

 

Adapte a seriedade ao seu negócio e entenda até onde é que pode ir em termos de animação e dinamização do logótipo. Considere as cores, as formas, o tipo de letra e todas as componentes da identidade visual que está a construir. 

Selecione o tipo de letra ideal para o seu logótipo

O tipo de letra que utilizar na parte escrita do design do seu logótipo também terá um peso muito grande na perceção do mesmo como um todo. O mais importante será sempre a legibilidade do texto, ou seja, que este seja facilmente lido e compreendido. 

 

A nossa sugestão é que para logótipos mais clássicos e sérios escolha tipos de letra com prolongamentos nos cantos. Já para logótipos mais modernos e descontraídos escolha tipos de letra sem prolongamentos. 

 

Para ser mais fácil entender deixamos alguns tipos de letra que não deve mesmo usar, alguns que não são recomendados e alguns que pode utilizar sem medo. 

  • Deixe de lado: Monotype Corsiva; ZapFino; Chiller; Comic Sans; Papyrus;
  • Pense duas vezes: Impact; Arial; Myriad; CooperPlate;
  • Use e abuse: Lato; Grotesk; Helvetica; Futura; Roboto; Museo; ChunkFive; Bodoni

É claro que existem muitas outras para além destas que referimos. O ideal é ir experimentando e fazendo experiências de cor, design e formato com a sua equipa. 

Escolha a paleta de cores do seu logótipo

A primeira versão do seu logótipo deve ser monocromática, utilizando somente preto e branco. Quando estiver contente com as formas e todo o design a preto e branco, poderá passar para as cores, porque, uma vez que funcionam a preto e branco, provavelmente funcionaram em várias combinações de cor.  

 

A cor de um logótipo é um assunto ao qual deve dedicar algum tempo e atenção. Esta escolha vai envolver não só uma combinação de cores eficaz e que resulte, mas também o gosto pessoal do designer, o estudo de mercado e as considerações dos públicos, e claro, o próprio produto ou serviço que o logótipo representa. 

 

Para ajudar, poderá recorrer a alguns conceitos teóricos relacionados à teoria e à psicologia das cores. 

Reúna vários esboços de possíveis logótipos

Ao longo do processo vão surgir várias opções que lhe vão parecer válidas, contudo só uma será a ideal para a sua marca. 

 

Organize todas as ideias no papel e faça conjugações com diferentes elementos, tipos de letra e cores. Este pode ser um processo que até pode desenvolver antes de contratar uma equipa. Assim já conseguirá transmitir exatamente o que tinha pensado para o logótipo da sua marca. 

 

É claro que, é muito importante que saiba ouvir os profissionais que contratar. Com certeza terão ideias boas e inovadoras. 

 

O passo seguinte será mesmo passar a pasta a um designer de confiança. Com um bom alinhamento de ideias e uma estratégia definida, o seu logótipo será o espelho da sua marca, e nada melhor do que isso para lhe trazer visibilidade e confiança. 

Encontre uma agência digital qualificada

Tem uma Agência Digital?

Registe a sua agência na Welink Agencies