Welink Agencies Welink Agencies
Designer gráfico: o que é e o que faz

Designer gráfico: o que é e o que faz

Welink Agencies

Welink Agencies

Designer gráfico: o que é e o que faz

Se não compreende bem as funções e os objetivos de trabalho de um designer gráfico terá mesmo de ler este artigo até ao fim. É sobre estes profissionais cheios de criatividade que nos debruçamos hoje. 

 

É possível que já tenha ouvido falar no termo designer gráfico, mas acreditamos que se sinta confuso no meio de tantos termos técnicos do mundo da comunicação, do marketing e do design. Não se preocupe mais, nós ajudamos!

A base profissional de um designer gráfico

Um designer será sempre alguém que cria artes com base em ideias criativas e que têm algo de original, quer seja um designer gráfico, um designer de produto, um designer de interiores ou um web designer, por exemplo.

 

Consideremos o design como um mundo cheio de valências, cada uma com técnicas especificas e com complexidades diferentes, que servem para solucionar problemas distintos.

 

Hoje, focamo-nos no designer gráfico, que trabalha a par com as equipas de marketing e comunicação nas marcas, ou empresas, e que tem em mãos questões relacionadas com o branding, o logótipo, a identidade visual, os conteúdos de redes sociais… entre muitas outras que criam uma ligação entre publico e marca. 

 

Como nas diferentes áreas profissionais, também o designer gráfico terá de escolher qual o caminho profissional que quer percorrer, considerando aquilo que mais gosta e os seus objetivos de vida. 

 

É claro que, o caminho só se faz caminhado. Sendo que o trabalho de um designer gráfico acabado de sair da faculdade não será o mesmo com 10, 20 ou 30 anos de experiência na área. 

 

Esta experiência vai permitir o conhecimento necessário para que o designer gráfico se especialize e adquira novas valências, tornando-se num profissional de referência. 

 

É isto que procura? Alguém que o ajude na criação da identidade visual da sua empresa, ou que faça as artes dos seus conteúdos online? Muito bem, na Welink Agencies podemos ajudar nisso também. 

 

Ao fazer uma pesquisa na nossa plataforma, encontrará agências especializadas em design de comunicação que podem ser uma mais-valia na hora de criar valor para os seus conteúdos gráficos. 

 

Como já referimos cada designer pode especializar-se em diferentes vertentes, designer gráfico não é exceção. 

 

Considere abaixo algumas das principais funções de um designer gráfico dentro de uma empresa. 

O designer gráfico cria logótipos

Este talvez seja um dos motivos pelos quais um designer gráfico é mais procurado: a criação de logótipos para empresas. Daí que esta seja uma atividade à qual estes profissionais estão mais do que habituados. 

 

Ainda assim, e considerando que é algo que o designer gráfico tem de fazer muitas vezes, é importante que contrate alguém com experiência e que tenha um portefólio com exemplos que vão de acordo aquilo que procura. 

 

Ninguém quer pagar para um logotipo sem originalidade e pouco criativo, certo? Apesar de comum, esta é uma função que vai exigir muito do designer gráfico. Muita pesquisa sobre a entidade em questão, muito estudo e claro, planeamento. 

O designer gráfico é responsável pela identidade visual 

Poderíamos perfeitamente ter juntado a função anterior a esta, mas decidimos dividir para que entenda que a identidade visual de uma empresa é muito mais do que simplesmente o logótipo. E sim, o designer gráfico também é responsável por ajudar na sua concretização. 

 

Se vai criar uma marca ou quer alterar a imagem de uma marca já existente, acredite, vai precisar de um designer gráfico. 

 

A identidade visual deve ser planeada de acordo com todos os elementos que identificam a marca, sejam eles os valores, a missão, os objetivos e claro, as características definidas anteriormente no logótipo.

 

Com certeza concordará connosco quando dizemos que para conseguir conjugar tudo isto de forma original e criativa é necessário ser um profissional com conhecimento. Sim, mais uma vez falamos do designer gráfico. 

 

Este profissional cria todos os elementos da identidade visual, considerando cores, formas, composições técnicas e a harmonia estética. 

O designer gráfico desenvolve produções gráficas

Pense em todas as artes que vê impressas, mesmo aquelas que têm tipografia, as que não têm, aquelas são mais abstratas e até as mais simples. Todas elas passaram pelas mãos de um designer gráfico. 

Dentro desta função, o designer gráfico pode criar diferentes produtos. Considere os mais comuns:

  • Catálogos
  • Cartazes
  • Revistas
  • Folhetos
  • Rótulos
  • Banners
  • Cartões de visita
  • Outdoors.

Para dominar a produção de todos estes conteúdos, o designer gráfico apodera-se de diferentes softwares de edição de imagens. Os mais comuns são:

  • Photoshop
  • InDesign
  • Illustrator.

As questões de cortes, cores, dobragens e tipos de papel também são uma preocupação do designer gráfico, principalmente quando o objetivo é a impressão. 

 

Nestes casos, os erros são facilmente percetíveis e por isso também inadmissíveis. O que muitos designers gráficos fazem são diferentes provas de impressão, e assim evitam a entrega de um produto sem qualidade e com erros amadores.

O designer gráfico produz conteúdo digital 

Vivemos numa era completamente digital, disso já ninguém tem dúvidas. 

 

Como a maioria dos profissionais, também o designer gráfico se adaptou às tendências e fez do mundo digital um verdadeiro palco para o seu trabalho. 

 

Nesta função falamos da criação de imagens que podem ser a base de um site, de um conteúdo para blog ou dos diferentes posts nas redes sociais. 

 

A principal diferença entre as imagens criadas para fins digitais e as criadas para fins impressos está na escala de cores, na resolução e no peso. Um designer gráfico realmente profissional terá de dominar estas diferenças em plenitude. 

 

Agora que já conhece o trabalho do designer gráfico, acreditamos que seja mais fácil compreender que a amplitude de serviços que este oferece não é fácil de atingir por pessoas que não sejam da área. 

 

Temos tendência a querer poupar recursos, mas o nosso conselho é que não o faça em relação à contratação de um designer gráfico, uma vez que é a imagem e a credibilidade da sua empresa que está em jogo. 

Tem uma Agência Digital?

Registe a sua agência na Welink Agencies